segunda-feira, janeiro 16, 2017

Fim de semana...




Os nossos fins de semana no Nordeste são muito produtivos e maioritariamente "analógicos". Como choveu o tempo todo mal saímos de casa e saltitámos entre desenhos e leituras...

 (caneta caligráfica, marcador acrílico e caneta de feltro)                                                                                                                   |«in situ»|

domingo, janeiro 08, 2017

Priolo


De vez em quando preciso de desenhar sobre suportes que não sejam brancos e delicio-me com as yuzzin que têm um formato ideal para quem anda sempre com pequenos cadernos... acentuo o registo tapando o que está a mais...

(Broadpen, Giotto decor e grafite)                                                                                                                                                  |«in situ»|

sábado, janeiro 07, 2017

Oficioso de Natal_04

«As bombas vulcânicas, assim chamadas pelo aspeto frequentemente fusiforme, resultam da consolidação da lava projetada pelas erupções vulcânicas, antes de atingir o solo. As bombas vulcânicas, dentro da sua forma característica, podem assumir aspetos e densidade variados e ter escassos centímetros ou medir mais de um metro de diâmetro. Este exemplar foi trazido da Ilha das Flores pelo Coronel Afonso Chaves, no ano de 1897.» 
(cf. tabela de MCM)

(Broadpen, lápis de cor, grafite e aguarela)                                                                                                                                       |«in situ»|





domingo, janeiro 01, 2017

Oficioso de Natal_03

Pude, no Museu Carlos Machado, comparar o Açor com o Milhafre, as diferenças entre eles (para olhos treinados) são óbvias e julga-se que não foi por desconhecimento que estas ilhas são dos Açores...


(Broadpen, lápis de cor, grafite e aguarela)                                                                                                                                       |«in situ»|





sábado, dezembro 31, 2016

Oficioso de natal_02

Está-se muito bem no Museu Carlos Machado... muito bem

A coleção de história natural é das mais completas do país pela diversidade que a constitui.

(Broadpen, lápis de cor, grafite e aguarela)                                                                                                                                           |«in situ»|


quinta-feira, dezembro 29, 2016

Oficioso de Natal_01


Nesta altura do ano regressam a casa alguns dos sketchers mais novos. A maioria frequanta o ensino superior em universidades que, em Portugal Continental, se alternam entre Lisboa e Porto. Foi com enorme satisfação que os revi a eles e também aos que por aqui andam. Os compromissos familiares (próprios da ocasião) dificultam a reunião de muitas pessoas. Fomos até ao Museu Carlos Machado por ser uma boa oportunidade para - a maioria - conhecer o núcleo de Santo André que reabriu recentemente. Fomos muito bem recebidos, guiados e inseridos na história natural onde nos deixámos ficar.


(Broadpen, grafite e aguarela)                                                                                                                                                            |«in situ»|

a chegar ao fim...

(Broadpen, grafite e aguarela)                                                                                                                                                             |«in situ»|

quinta-feira, dezembro 22, 2016

Rotinas

Algumas rotinas maternas são muito saborosas, mas há medida que o meu filho cresce vão-se etenuando. Vou sentir falta delas...

(Grafite e ecoline)                                                                                                                                                                            |«in situ»|

quinta-feira, dezembro 15, 2016

BOAS FESTAS

Começaram -aqui por casa- os preparativos de Natal. O António está feliz da vida, mal sabe ele o que vem por aí...

 
(Grafite, lápis de cor e ecoline sobre ebru)                                                                                                                                      |«in situ»|

sábado, dezembro 03, 2016

De volta às rotinas aborrecidas...



Cá estamos novamente em avaliações... quem me dera poder dar aulas sem ter de usar esta «algema» da avaliação. As avaliações sumativas são rotinas aborrecidas, muito aborrecidas mas deixam-me espaço para observar e registar na memória... aqueles que, na GD,  passam  sem querer estar.

 (caneta caligráfica, grafite, marcador acrílico sobre ebru)                                                                                                                       |«in situ»|